DIRETOR DO GRUPO TAVARES CONCORRE A PRÊMIO JOÃO DE BARRO

O diretor do Grupo Tavares, Raimundo Assunção Tavares, está concorrendo ao Prêmio João de Barro – 2011 na categoria Personalidade. O prêmio será entregue na cerimônia de encerramento do 40º Encontro Nacional de Indústria Cerâmica Vermelha – no Centro de Convenções de Vitória – ES, no dia 27 de agosto, evento promovido pela ANICER – Associação Nacional de Cerâmica Vermelha.

Raimundo Tavares é sócio do Grupo Tavares, um dos maiores produtores de cerâmica vermelha (tijolos, lajes, blocos estruturais) do país. Iniciou no meio cerâmico ainda jovem na década de 60, produzindo e comercializando produtos cerâmicos: tijolo comum, telha colonial, telha prensada e manilha, em pequenas fornalhas às margens do Rio Pacoti. Nesta época adquiriu a experiência necessária para o futuro.

No início da década de 1970 o mercado já apresentava sinais de modernização, e a produção artesanal e manufaturada já não era mais tão viável e alguns produtores já investiram na modernização. Foi quando surgiu a oportunidade de montar uma cerâmica com maquinário e forno grande. Assim ele, associou-se a seu pai e seus irmãos no empreendimento de sua primeira cerâmica e começaram a erguer os pilares de um dos maiores grupos empresariais do estado. Em 1974, saía à primeira carrada de tijolos da Cerâmica Tavares. Os primeiros anos de cerâmica foram de aprendizado e conquistas, o leque de conhecimentos dos irmãos-sócios e de seu pai, além da disposição, foi fundamental para o sucesso do negócio que veio rápido, pois constantemente a cerâmica necessitava de pequenas expansões. As décadas seguintes foram fundamentais para o crescimento do grupo com aquisições e construções de na Região Metropolitana de Fortaleza.

Lançando em 1999, o prêmio João de Barro foi criado com o intuito de promover aqueles que vêm fazendo a diferença no setor. Em dezenove edições já foram premiadas personalidades, empresas, instituições e fornecedores que auxiliam no processo e no desenvolvimento da indústria de cerâmica vermelha.