INDICADORES SINALIZAM INVESTIMENTOS SUSTENTÁVEIS

O encontro que o empresário Paulo Safady Simão, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), manteve com a imprensa, em Brasília (DF), contribuiu para desenhar um cenário confiança na continuidade do crescimento setorial ao longo de 2012. A perspectiva é de que a construção civil consolide um crescimento de 5,2%, índice acima dos 4,8% de expansão que vêm sendo calculados para aquele período.
Segundo o presidente da CBIC, as medidas que o governo resolveu adotar, incluindo o aumento dos juros, responderam positivamente às expectativas de um crescimento considerado “bem mais moderado da economia nacional em 2011”. Independentemente dos fatores da crise internacional e das possibilidades de alguma vulnerabilidade brasileira, a construção civil seguiu registrando incremento consistente em suas atividades.

A CBIC explicou que houve maior oferta de crédito imobiliário, dado que se aliou às medidas de redução da taxa de juros dos financiamentos e do alongamento dos prazos para pagamento; registrou- se aumento do emprego formal, do crescimento da renda familiar e a macroeconomia ficou estável.Fonte: Cbic