ACV – Avaliação do Ciclo de Vida. Estudo comprova desempenho cerâmico superior ao de concreto.

A ANICER – Associação Nacional de Cerâmica Vermelha – está em processo de divulgação do estudo ACV das telhas cerâmicas para demonstrar as vantagens ecológicas deste produto cerâmico.

Apresentando na 20ª FEICON BATIMAT, no mês de maio em São Paulo e posteriormente na Conferência RIO+20 o estudo vem sendo amplamente divulgado pela entidade com intuito de fomentar o consumidor na sua decisão de compra.

Estudo encomendado pela ANICER e realizado pelo Instituo Quantis, o estudo mostra que o produto cerâmico tem impacto 70% menor no aquecimento global que o similar concreto. Entre os fatores avaliados estão elementos como vida útil das telhas, uso de argilito e areia, uso de embalagens e distância envolvida na distribuição de telhas, esgotamento de recursos e uso de água. A menor distância de transporte foi um dos pontos mais favoráveis à telha cerâmica.

O presidente da ANICER, Luís Lima, explicou que a pesquisa pioneira tem como objetivo disponibilizar informações técnicas. “Amparado, o consumidor pode fazer a melhor escolha na hora da compra considerando também as características ambientais do produto. Este tipo de estudo viabiliza a elaboração de selos, como acontece na Europa, com informações de impacto do produto ao meio ambiente” explicou. Em breve serão divulgados os estudos referentes área de blocos cerâmicos e blocos de concreto.

Durante o estudo a empresa responsável avaliou as categorias de impacto ambiental como: uso de energia, emissões de poluentes no ar, retirada de água, contaminação de solo é águas, impacto nas mudanças climáticas e na saúde humana. Na maioria dos quesitos, as telhas cerâmicas se mostraram superiores aos produtos concorrentes. Em dois deles as diferenças foram mínimas, mas já servem para indicar melhorias no processo.

Com relação ao impacto nas mudanças climáticas, o estudo constatou que as emissões de CO² na fabricação de telhas cerâmicas são baixas devido à utilização de resíduos de madeira como fonte de calor, ajudando a limpar o meio ambiente, enquanto a fabricação de telhas de concreto utiliza combustíveis fósseis (coque de petróleo), o que aumenta a produção de CO².

Analisando o esgotamento de recursos naturais, constatou-se que as telhas cerâmicas produzem um menor impacto porque a madeira utilizada nos fornos é uma fonte renovável, e em várias fábricas a utilização de biomassa como combustível já uma realidade.

Já em relação à retirada de água do meio ambiente, as telhas cerâmicas novamente sobressaíram por utilizarem pouca água em sua fabricação. Já na produção das telhas de concreto, a água é utilizada para a extração de areia, produção de clínquer e mistura de concreto.

Para saber mais sobre a ACV de Telhas Cerâmicas, acesse www.anicer.combr e confira dados mais detalhados sobre o estudo.