FUROS PRISMÁTICOS OU CILÍNDRICOS

Você já deve ter perguntado qual a diferença entre os furos prismáticos ou cilíndricos nos blocos de vedação ou de maneira mais popular o furo quadrado ou redondo no tijolo.Em trabalho apresentado no 55º Congresso Brasileiro de Cerâmica com a finalidade de contribuir para a elucidação da dúvida em torno dos blocos cerâmicos vazados. O estudo foi realizado pelo Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil da UTFPR.

O estudo comparou os dois modelos de blocos cerâmicos de vedação, cujo o único diferencial é a secção reta de furos cilíndricos e prismáticos. O trabalho seguiu toda a metodologia científica e normas vigentes.

Segundo os autores os fabricantes de blocos consideram os de furos prismáticos mais residentes (possui maior resistência mecânica) que os de furos cilíndricos, enquanto os profissionais da construção consideram o inverso. Eles buscaram a literatura vigente, o desenvolvimento de boquilhas com as mesmas áreas transversais, caracterização da matéria – prima e amostragem para a posterior realização dos ensaios.

Com o desenvolvimento de boquilhas foi necessário para garantir que as áreas líquidas dos blocos fossem aproximadamente as mesmas. Dessa forma, foi garantido que não houve nenhuma outra variável que interferisse na avaliação da resistência mecânica à compressão.

Os autores concluíram que os blocos de com furos prismáticos apresentam resistência mecânica à compressão maior que os blocos com furos de secção cilíndrica, indicando que o formato do furo tem influência na resistência mecânica à compressão. Todos os blocos de vedação do Grupo Tavares possuem formato prismático.