COMERCIALIZADOS DE CRÉDITOS DE CARBONO

O Grupo Tavares efetivou mais uma comercialização de créditos de carbono no mercado internacional neste último mês, devido os projetos de queima de biomassa renovável nos fornos cerâmicos. A venda ultrapassou as 19.800 VER’S em todas as unidades participantes do projeto, conforme tabela abaixo.


UNIDADE

PERÍODO

TOTAL DE UNIDADES – VER

ANTÔNIO – ITAITINGA

2010

366

ANTÔNIO – ITAITINGA

2011

992,5

CEAGRA

2010

2747,5

CEAGRA

2011

5443

CEARÁ CERÂMICA

2010

779,5

CEARÁ CERÂMICA

2011

678,5

ELIANE – SEDE

2010

515,5

ELIANE – SEDE

2011

1815

SANTA RITA

2010

1135,5

SANTA RITA

2011

5410


TOTAL: 19883 VER’S.

O uso da biomassa renovável na queima de produtos cerâmicos além de evitar o desmatamento da Caatinga, um dos biomas brasileiros mais degradados, reutiliza resíduos renováveis descartados por outras indústrias evitando a emissão de gases poluentes causadores do efeito estufa com as cerâmicas atuando como limpadoras do meio ambiente.

Reduzindo consideravelmente dois dos principais gases responsáveis pelo efeito estufa (GEE), o gás carbônico e gás metano. Pois, o consumo desses resíduos evita a emissão de gás metano, proveniente da decomposição e compostagem destas biomassas em aterros sanitários ou no pátio das agroindústrias, o gás metano (CH4) é vinte e uma vezes mais poluente que o CO².

No Grupo Tavares as biomassas mais utilizadas são: lenha de manejo florestal, poda de cajueiro, casca da castanha de caju, casca da mamona, borra da mamona, resíduos de oiticica, resíduos de coco, resíduos de serraria, bagaço de cana de açúcar, capim elefante, podas de árvores urbanas, resíduos da construção civil.

A utilização de biomassa na queima cerâmica possibilita: iniciativas direcionadas à conservação e ao uso racional de matérias primas – economia de lenha nativa, programas de gerenciamento de resíduos sólidos – reutilização de biomassa, melhoria da qualidade do ar – redução de gases do efeito estufa (GEE), desenvolvimento de tecnologias de processo e a utilização de combustíveis alternativos – biomassa.

Todo o projeto é assistido e co–desenvolvido pela Sustainable Carbon, empresa com grande experiência no desenvolvimento de projetos relacionados à geração de energia térmica, biomassa de troca de combustível, especialmente na indústria cerâmica, tendo validado mais de quarenta projetos. Seguindo a metodologia aprovadas pelo Conselho Executivo do Mecanismo de Desenvolvido Limpo e pelo padrão de certificação Gold Standard visando verificação de redução de emissões para comercialização de créditos de carbono no mercado voluntário internacional.

As VER’S – Unidades de Reduções de Emissões –disponibilizadas para a venda forma comercializadas a 6,50 euros e o montante recebido dividido entre o Grupo Tavares e a Sustainable Carbon.

Este projeto é uma medida voluntária desenvolvida pelo Grupo Tavares, objetivando reduzir seu impacto ambiental. O projeto não é obrigatório por nenhuma lei ou regulamentação efetiva e não está incluído em nenhum esquema de incentivos. Porém possui uma série de exigências contratuais para sua validação.