GRUPO TAVARES É PREMIADO NOVAMENTE

O Grupo Tavares, através da CEAGRA, foi premido novamente com o Prêmio FIEC Desempenho Ambiental – Produção Mais Limpa, em sua 10ª edição. Esta foi a terceira vez que o Grupo recebe o prêmio. A cerimônia aconteceu na sede da Federação das Indústria do Estado do Ceará no último dia 10 de março, logo após a reunião da diretoria da entidade.

Além da CEAGRA foram premiadas também as empresas Sucos Jandaia, Makro Engenharia e Fábrica Fortaleza. O prêmio é promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), por meio de seu Núcleo do Meio Ambiente (Numa). Ao todo, quatorze empresas participaram do concurso, que é dividido em quatro categorias: Produção Mais Limpa, Reuso de Água, Educação Ambiental e Integração com a Sociedade.

Na categoria Produção Mais Limpa, a empresa do Grupo Tavares, se destacou por substituir a lenha por biomassa renovável para geração de energia térmica. O diretor de marketing da empresa, Marcelo Guimarães Tavares, afirmou que o prêmio foi um reconhecimento pelos esforços realizados na nova fábrica da rede, e que as tecnologias em prol do meio ambiente serão aplicadas em outras fábricas do Grupo.

e
Foto: Marcelo Tavares, recebe o prêmio do Presidente do CONPAM Bruno Menezes.


Durante a solenidade, o presidente da FIEC, Roberto Macêdo, afirmou que as empresas devem se comprometer com a natureza e que o prêmio é uma forma de reconhecer as organizações que fazem além do que exige a lei. Macêdo defendeu também que as práticas socioambientais sejam efetivas no cotidiano de todos os cidadãos, através da economia de água, luz, e da correta eliminação de resíduos. “Precisamos dar ao nosso planeta o que ele precisa: proteção”, disse.

Representando o governador Cid Gomes, Bruno Menezes, presidente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (CONPAM) também elogiou a iniciativa e afirmou que o meio ambiente não deve ser visto como “mais um obstáculo para os empresários cearenses, e sim, uma responsabilidade legítima por parte do setor privado”. Já para a titular da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza (Seuma), Águeda Muniz, o importante é o comprometimento do setor privado com as questões ligadas à sustentabilidade. Segundo ela, o cotidiano está diretamente ligado ao que esse setor produz, o que reflete diretamente na qualidade de vida da cidade.

Cada uma das organizações inscritas no Prêmio recebeu um certificado de participação. Já as empresas vencedoras, além do certificado, foram agraciadas com um troféu. Os projetos inscritos passaram pela avaliação de uma comissão julgadora formada por técnicos indicados pelo Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (CONPANM), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano de Fortaleza (SEMAN), Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará, Núcleo de Tecnologias Limpas da Universidade Federal do Ceará (UFC), Banco do Nordeste, SENAI e pela organização ambientalista GIA (Grupo de Interesse Ambiental).