DONA BENTA

O início de um empreendimento tem inúmeras dificuldades. Falta de conhecimento específico, capital de giro, qualificação profissional, falta de máquinas e equipamentos e podemos enumerar muitos outros mais. O início da Cerâmica Tavares não foi diferente. Todos estes obstáculos foram superados pelo grupo e são motivo de orgulho, não só os sócios e sim para todos os envolvidos.

adweb

Este sentimento de superação possui uma lembrança forte e presente diariamente no cotidiano da empresa, principalmente após um início desgastante onde toda a argila era transportada em um comboio de jumentos. Um caminhão caçamba CHEVROLET 600 1974 movida a gasolina carinhosamente batizada de Dona Benta. A aquisição do primeiro veículo era a realização de um sonho que modernizou nossa logística na época.

afweb

Adquirida através de financiamento, Dona Benta que sempre pertenceu ao grupo ainda funciona normalmente realizando pequenos servidos na Cerâmica Assunção IV. Dona Benta recebeu este nome por ser “mãe de todos” os outros veículos, já passou por diversas reformas, muitas vezes oriunda de batidas, serviu de auto – escola para mais de uma centena de motoristas. Hoje funciona a óleo diesel e transportou argila para praticamente todas as cerâmicas do grupo, das mais variadas jazidas. No início era faz tudo: mudanças, transportes agrícolas, entregas de material. Participou da construção de das unidades, ampliações é uma presença marcante em praticamente todas as obras do grupo.